Horror na Argentina: um cão morreu depois de ser queimado vivo com água e plástico quentes. - Planeta dos Animais

Horror na Argentina: um cão morreu depois de ser queimado vivo com água e plástico quentes.

- novembro 30, 2018


Mais uma vez o ser humano mostra o pior, e desta vez foi um animal indefeso que teve que padecer horas de sofrimento e tortura até morrer. O caso de crueldade extrema ocorreu na semana passada no Bairro Nuevo Garupá, de Garupá, Argentina, onde uma mulher e seus filhos jogaram água fervendo e plástico quente em seu próprio cão, que agonizou de dor até morrer.



Muitas pessoas os chamam de melhores amigos do homem, esses seres de quatro patas que somente buscam carinho e brindam amor, mas muitos deles enfrentam realidades tão cruéis que seus corpos não conseguem tolerar, realidades provocadas pelo homem. Neste caso, foi um cão que teve que suportar dores tão fortes que o levaram à morte.

Protetores chegaram ao local, mas o animal já não aguentava de dor e morreu antes de ser atendido. A denúncia já foi feita à polícia de Garupá, mas sem testemunhas, os vizinhos que avisaram o que aconteceu não foram testemunhar contra os fatos. A Associação El Refugio de Animales pede que qualquer pessoa que tenha visto este caso atroz de maus-tratos seguido de morte se apresente e denuncie, que seja a voz destes pequenos peludos que morrem em silêncio pelo desinteresse e maldade do ser humano.

Nas imagens que chegaram até Misiones Online, pode-se ver como a pelagem se desgrudou da pele por causa da água quente, a dor física que este animal suportou ninguém pode imaginar, além da tristeza que deve ter sentido por ter sido agredido por quem deviam protegê-lo e cuidá-lo.



A denúncia foi registrada na polícia de Garupá pelos protetores do El Refugio de Animales, mas precisam de testemunhas para ampliar a denúncia e que este caso não fique impune como tantos outros. É por isso que solicitam a qualquer pessoa que tenha visto o que aconteceu que se apresente e denuncie, não ignore o ocorrido e se comprometa. A sociedade não deve permitir que continue a acontecer casos de maus-tratos a animais.

Fonte: olharanimal
Advertisement