Nova lei estadual permite que animais de estimação sejam enterrados juntos com seus humanos em cemitérios - Planeta dos Animais

Nova lei estadual permite que animais de estimação sejam enterrados juntos com seus humanos em cemitérios

- novembro 27, 2018




Os cemitérios de animais costumavam ser a única opção para donos de animais que não queriam se separar de seus queridos animais depois da morte. Mas se os seres humanos podem ser enterrados em cemitérios de animais de estimação, então por que animais de estimação não deveriam ser autorizados a ser enterrados em cemitérios humanos?



Agora isso se tornou uma realidade no estado de Nova York, graças a uma nova lei que foi recentemente assinada pelo governador Andrew Cuomo. A nova lei permite que restos cremados de animais de estimação sejam enterrados ao lado de seus donos em cemitérios humanos.



Além de seu cão ou gato, a lei abrange muitos animais diferentes, incluindo répteis e invertebrados também.

Enquanto cemitérios religiosos estão isentos e outros cemitérios estão autorizados a negar animais de estimação, ainda é um grande passo em frente com os progressos realizados.



Antes desta lei, as pessoas que queriam ser enterradas com seus animais de estimação tinham que fazê-lo apenas em cemitérios de animais. Edward C. Martin Jr., diretor do Hartsdale Pet Cemetery, em Westchester County, diz que cerca de cinco a sete pessoas são enterradas lá com seus animais de estimação a cada ano.




Os animais de estimação são considerados familiares para a maioria das pessoas, por isso não é surpresa que as pessoas prefiram ser enterradas ao lado de seus animais de estimação, assim como são enterradas ao lado de membros da família humana.

Embora nem sempre fosse legal, as pessoas ainda encontravam uma maneira de serem enterradas com seus animais de estimação em cemitérios humanos. Seus entes queridos colocavam a urna do animal de estimação no caixão de seu dono, mas com essa nova lei, as pessoas não precisarão mais se esgueirar.

Mas é claro que o animal nem sempre passa longe de seu dono. A nova lei também permite que os restos cremados do animal de estimação sejam enterrados mais tarde no mesmo cemitério que seu dono se seu dono morrer primeiro.
Fonte:Histórias com Valor
Advertisement