Veterinária rasteja para dentro de canil e dorme com cachorro que se machucou em um fogo!

- novembro 08, 2018


A vida de Taka quase terminou tragicamente em um incêndio.

Faz agora algumas semanas, que a casa do cachorro, de oito anos de idade, pegou fogo enquanto ele estava em um alpendre. Por mais que sua família tentasse, eles não conseguiram chegar a tempo até ele e tiveram que fugir da casa.

Então um milagre aconteceu. Taka conseguiu escapar do alpendre sozinho e correu pela rua. Um vizinho gentil acabou o encontrando, o levando rapidamente para o Care More Animal Hospital, na Geórgia.



“Ele tinha queimaduras ao redor dos olhos, boca, orelhas, barriga”, disse Emily Martin, veterinária do Care More Animal Hospital. “Nós realmente não sabíamos o quão grave seus ferimentos eram, tudo porque inicialmente a nossa maior preocupação eram os ferimentos causados pela inalação de fumo.”

Os olhos de Taka também ficaram gravemente feridos – ficando infelizmente cego.

Assim que Taka começou tendo problemas para respirar, a equipe veterinária o transferiu para a clínica da Universidade da Geórgia, onde ele poderia ser ligado a uma máquina de oxigênio. Depois de alguns dias, Taka ficou forte o suficiente para voltar ao Care More Animal Hospital, e a equipe desde então tem feito tudo que pode para ajudá-lo a melhorar.



Martin, em particular, desenvolveu um fraquinho por Taka.

“Eu tento tratar meus pacientes da mesma forma, mas o caso dele me deixou um pouco mais sensibilizada”, disse Martin. “Quando ele entrou, ele estava gritando de dor… mas se acalmou no momento em a gente se sentou com ele e a cantamos para ele.”

Martin falou com a família de Taka logo após sua chegada ao hospital veterinário, e eles acabaram entregando Taka aos cuidados de Martin por causa de sua frágilsaúde. Desde então, Martin decidiu se tornar mais do que a veterinária de Taka – e se tornou sua mãe.



Como o hospital não está aberto 24 horas por dia, Martin trouxe Taka para casa com ela uma noite, para que ele não precisava de dormir sozinho .

“Eu ficava acordada com ele a noite toda em minha casa, então no dia seguinte estávamos exaustos”, disse Martin.



No dia seguinte, Martin rastejou para dentro da jaula de Taka no hospital veterinário, e os dois tiraram uma soneca juntos. Um dos colegas de trabalho de Martin captou o momento em uma foto simplesmente maravilhosa.



Para Martin, uma das coisas mais incríveis sobre Taka é o quão gentil ele é, apesar de tudo o que ele está passando.

“Ele não tem nem um pedacinho de maldade em seu corpo”, disse Martin. “Muitas vezes, quando os animais estão com dor, eles começam a morder só porque estão com dores, mas ele não tentou morder ninguém uma só vez.

Embora ainda seja muito cedo para dizer como as queimaduras afetarão Taka a longo prazo, Martin e os outros veterinários estão otimistas sobre sua recuperação, especialmente porque ele está comendo e indo ao banheiro sozinho.



“Ele está definitivamente com muita dor, e não está definitivamente fora de perigo, mas estamos esperançosos de que tudo vai ficar bem”, disse Martin.

E a personalidade de Taka está começando a ficar mais visível:

“Ele gosta de esfregar a barriga e adora comida, então está que nem um porquinho”, disse Martin. “Ele também gosta de abraços.”



Como Martin e Taka formaram esse laço tão forte, a veterinária está pensando em adotá-lo. Dito isso, Martin já tem cinco outros cães e um bebê de sete meses, então ela admite que sua casa pode não ser o lugar ideal para Taka, que precisará de muito cuidado individual.

Se Taka for adotado, Martin está determinada a encontrar a melhor casa possível para ele – com pessoas que reconheçam o cachorro especial que ele é.

“Ele passou por algo tão traumático e doloroso, e ainda assim não desiste”, disse Martin. “Ele é tão resistente.”

Gostou da matéria? Compartilhe este artigo. Isso nos ajuda a espalhar bons conteúdos nas redes sociais. Obrigado
Fonte:Portal do Animal
Advertisement