É fechado o maior matadouro de cães na Coréia do Sul. O sofrimento de milhares de animais terminou. - Planeta dos Animais

É fechado o maior matadouro de cães na Coréia do Sul. O sofrimento de milhares de animais terminou.

- janeiro 04, 2019



"Eu estremeço ao pensar quantos milhões de lindos cães conheceram seu destino horrível neste lugar ao longo dos anos. Foi uma mancha na cidade de Seongnam e estamos muito felizes em ver isso acabado.", acrescentou.

O complexo Taepyeong-dong, na cidade de Seongnam, ao sul de Seul, Coreia do Sul, abrigava pelo menos seis abates de animais, posicionando-se como um dos mais importantes fornecedores de carne de cachorro em todo o país. Um local onde as maiores torturas foram cometidas contra os pobres e indefesos cães.

Felizmente, esse lugar horrendo chegará ao fim. Em dois dias, será limpo e transformado em parque público, segundo autoridades. Agora muitos filhotes terão a mesma sorte que Camo, um cão que foi salvo de um desses lugares perigosos e agora brilha de felicidade.

No local, eles eletrocutaram os cães antes de sacrificá-los na frente de outros animais enjaulados, disse Humane Society International (HSI).

Os ativistas encontraram equipamentos de eletrocussão, uma pilha de cães mortos, facas manchadas e uma máquina de remoção de pêlos quando visitaram o local há alguns dias.

Nara Kim, uma ativista da HSI, descreveu o fechamento do histórico e famoso matadouro de cães como “em processo”.

“Eu estremeço ao pensar quantos milhões de lindos cães conheceram seu destino horrível neste lugar ao longo dos anos. Foi uma mancha na cidade de Seongnam e estamos muito felizes em ver isso acabado.“, acrescentou.

Ele também destacou o fim da indústria de carne de cachorro na Coreia do Sul. “Este é um momento histórico”, disseram os defensores dos direitos dos animais coreanos (KARA) em um post no blog.

Eles então comentaram que este fato “abrirá as portas para mais fechamentos de matadouros de carne de cães em todo o país, acelerando o declínio da indústria de carne de cachorro em geral”. Cerca de um milhão de cães são comidos em um ano na Coreia do Sul.

A tradição ganhou críticas em todo o mundo, que diminuiu o consumo. Agora, a ideia de que cachorros são animais de estimação e amigos e não comida ganhou popularidade entre os cidadãos coreanos.

Os cães e todos os animais do mundo merecem mais do que morrer para serem devorados pelos humanos!

Fonte: contioutra
Advertisement