Cão nascido com apenas a metade da espinha é abandonado, desafia todas as probabilidades e mantém o sorriso. - Planeta dos Animais

Cão nascido com apenas a metade da espinha é abandonado, desafia todas as probabilidades e mantém o sorriso.

- fevereiro 12, 2019

Cooper, um cão de 2 anos de idade, nasceu com um raro defeito de nascença. Ele sofria de síndrome da espinha curta, que é causada por endogamia irresponsável. Isso significava que ele teria apenas metade do corpo de um cão normal, sem pescoço.




Cooper foi abandonado em uma fazenda por seus criadores quando ele tinha apenas 2 meses de idade, quando eles perceberam que ele não tinha utilidade para eles. Felizmente, ele foi encontrado por equipes de resgate, que decidiram dar-lhe uma boa chance na vida.

Ele foi levado para os veterinários, onde foi tratado de ácaros da orelha, vermes e uma hérnia. Ele não podia andar por longos períodos e tinha dificuldade enquanto fazia cocô. Mas todos ficaram surpresos ao ver o alto astral do bebê, que não tinha ideia de que o mundo o via com olhos diferentes.


Cooper finalmente encontrou um lar para sempre com Elly e Andy Keegan, que têm uma grande família de cães. Eles o mantêm em antibióticos regulares para controlar sua condição e mantê-lo livre de infecção. Para eles, este filhote de necessidades especiais acabou por ser o cão mais feliz de sempre!




Sua deficiência continua a causar dificuldades, mas Cooper enfrenta tudo com um sorriso feliz. Ele ilumina o quarto com sua presença e é muito protetor de sua família.


Sua preciosa atitude de “curto-na-espinha, grande amor” roubou nossos corações. Não temos nada além de amor e admiração pelo inspirador Cooper!

Clique no vídeo abaixo para ver Cooper ser uma adorável bola de felicidade!


Fonte:Histórias com Valor
Advertisement