Conheça Jonathan, que aos 187 anos é o animal mais velho do mundo!

- março 27, 2019



O ano era 1832 – e Jonathan, apenas um pequenino filhote de tartaruga.

O mundo definitivamente era um lugar muito diferente naquela época; a lâmpada ainda não tinha sido inventada e os carros ainda estavam a meio século de serem esboçados.

Mas Jonathan, uma enorme espécime de Tartaruga-das-seychelles, viveu para coexistir com tudo isso. Pare para pensar: desde que nasceu, ele assistiu a duas guerras mundiais, a revoluções tecnológicas, a fundação, fusão e queda de centenas de estados modernos e o nascimento de mais de 7 bilhões de pessoas!



Com cerca de 187 anos de idade, Jonathan é atualmente o animal mais antigo do mundo – e ainda vive uma vida confortável e calma na remota ilha de Santa Helena, no Atlântico Sul, onde vive desde o final da década de 1880.

Teeny Lucy, presidente da SPCA, uma ONG internacional pró-animais com filial na ilha, é uma de suas principais cuidadoras. Jonathan mora nos jardins exuberantes da mansão do governador de Santa Helena, onde Lucy e vários outros o visitam durante a semana para lhe oferecer vegetais frescos.



“Jonathan é um ícone aqui”, diz Lucy. “Ele é um grandioso ser vivo que já viu de tudo. Desembarcou em Santa Helena em 1882 já como um adulto e ainda assim viu gerações inteiras de pessoas indo e vindo.”

A longevidade de Jonathan certamente surpreende muita gente, conta Lucy. Ele é o membro mais antigo de seus companheiros na mansão, que consiste de três outras tartarugas gigantes; a segunda tartaruga mais velha é sua amiga: David, de 80 anos.



Jonathan está quase completamente cego, mas, tendo decorado o caminho que faz todos os dias há mais de um século, certamente conhece muito bem aonde deve ir.



Ele normalmente passa seus dias descansando ao sol, mastigando a grama e relaxando com seus amigos. É uma vida muito calma para alguém de tamanho status; de fato, ele é tão popular que seu retrato está gravado nas moedas de cinco centavos da pequena ilha.



“Sendo o mais antigo animal terrestre do mundo, ele tem status quase real aqui”, disse Lucy. “Ele é incrível e interage de maneira amigável com todas as pessoas que o visitam regularmente.Todos gostamos muito dele.”

Há alguns anos, após apresentar alguns problemas médicos, Jonathan teve sua dieta alterada e voltou a estar em grande forma, forte e saudável em meio à velhice.

“Nós começamos a alimentar Jonathan semanalmente há alguns anos para suplementar sua dieta de grama e aumentar sua nutrição”, disse ela. “Isso aconteceu porque o veterinário da ilha percebeu que seu bico (com o qual ele cortava grama) estava macio e quebradiço devido à idade, e que ele estava sentindo frio e havia perdido peso. Tudo isso se inverteu agora e ele está saudável novamente.”



Jonathan teve dezenas de cuidadores nos últimos 130 anos, mas para ele, todos são os seus favoritos – desde que eles tragam os seus petiscos favoritos, é claro.

“Ele conhece minha voz e conhece a voz do veterinário e reage andando em nossa direção”, disse Lucy. “É tudo sobre comida!”



Gostou da matéria? Compartilhe este artigo. Isso nos ajuda a espalhar bons conteúdos nas redes sociais. Obrigado!





Tradução e adaptação por Portal do Animal, escrito por Gabriel Pietro, da matéria originalmente criada por The Dodo.

Advertisement