A empresa Tesla criou um sistema chamado “modo cachorro” para cuidar de animal quando tutor sair do carro.

- abril 18, 2019


A empresa automotiva Tesla criou um sistema chamado “modo cachorro” por meio do qual animais poderão ser deixados sozinhos dentro de automóveis sem que corram risco de morte. Apesar do nome, o sistema também servirá para gatos. A ideia é uma solução para casos em que vidros dos carros são quebrados por pessoas preocupadas com o bem-estar de animais deixados no interior dos veículos.

Através do sistema, é possível definir uma temperatura personalizada para que o animal fique confortável e adicionar uma mensagem para avisar às pessoas que o tutor voltará em breve. As informações são da Época Negócios.

O “modo cachorro” está disponível nos veículos Model 3 vendidos nos Estados Unidos, de acordo com o site Fast Company. Os veículos Model S e Model X fabricados depois de agosto de 2017 também devem receber a atualização para que os motoristas possam desfrutar do novo sistema.

Cadela é salva à beira da asfixia

A ausência de dispositivos como o criado pela Tesla, para manter os animais em segurança dentro de veículos, somada à irresponsabilidade de alguns tutores, coloca a vida dos animais em risco. Na Espanha, uma cadela da raça pit bull deixava sozinha em um automóvel fechado foi resgatada à beira da asfixia. O resgate foi feito pela Guarda Civil.

A cadela apresentava sinais de fraqueza e desidratação. As autoridades fizeram chamadas através de um megafone, na esperança de que o proprietário do veículo estivesse perto da área. No entanto, como não viram os resultados, decidiram agir.

Os oficiais quebraram uma das janelas de vidro do carro para resgatar a pit bull em sofrimento. Em seguida, deram um pouco de água a ela e a levaram para a Sociedad Protectora de Animales de Vinalopó.

Fonte: vidapetnews / Paulo do Amaral
Advertisement