Cão de rua é adotado por skatistas em Votuporanga.

- abril 18, 2019


Della Rua é uma forma elegante de dizer “da rua”. E esta é a história de um cão abandonado de Votuporanga, município da região noroeste do Estado de São Paulo. De acordo com o zelador da pista de skate local, Fábio Audi Rogério, Della Rua, que tem aproximadamente três anos de idade, foi abandonado por uma família que se mudou do bairro e ficou preso durante alguns dias na casa vazia.

Ao ser resgatado, o cão de rua conheceu o amor e o companheirismo das pessoas que frequentam a pista de skate da cidade. Della Rua foi adotado pelos esportistas e ganhou até mesmo uma casa construída com shapes e decorada com partes e peças de skate. “decoração” que casou perfeitamente com a nova moradia.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é della-rua-skatista-2.jpg
O abandono do cão
De acordo com o depoimento do zelador da pista Skate Park, o cão de rua ficou preso na casa abandonada por cerca de dois anos, alimentando-se de restos e bebendo água da chuva. Um amigo de Fábio Rogério decidiu soltar o animal.

A partir de então, Della Rua passou a vagar pelas ruas do bairro Parque Industrial I até decidir fixar-se na pista de skate. O zelador tomou a iniciativa de construir uma casinha com restos de madeira – com direito a identificação do proprietário.

Fábio Rogério informou à imprensa local que o cachorro originalmente se chamava Beethoven, mas as novas amizades com os frequentadores da pista de skate determinaram o novo nome: Della Rua (Da Rua). No entanto, nada está mais distante de ser um cão de rua do que este personagem de Votuporanga.

Della Rua também recebeu uma coleira com identificação, inclusive com a ilustração de um pequeno skate, para que todos que cruzem com este cachorro saibam que ele recebe cuidados, não é mais um vira-latas.

Um atleta polivalente

Ou, pelo menos, uma mascote e tanto, além de ser um fiel escudeiro dos skatistas de Votuporanga. Praticamente todos os frequentadores o descrevem como um cão dócil, mas bastante agitado. Ainda de acordo com o zelador da pista de skate, Della Rua não fica confinado no local. Ele pode sair para passear, mas, quando demora, o tutor sai em seu encalço.

Della Rua, no entanto, não é apenas um “skatista”: ele também é um torcedor empolgado, tanto assim, que roubou a cena durante a partida final da Copa Paulista. Definitivamente, o futebol é a paixão nacional. Até mesmo dos cachorros.

Na tarde de 25/11/18, mais de cinco mil torcedores foram à Arena Plínio Marin, em Votuporanga, para acompanhar a primeira partida do final do campeonato. A quantidade de torcedores, no entanto, não foi a principal característica do jogo.

Aos 18 minutos do primeiro tempo, um cão invadiu o gramado e interrompeu o duelo por longos três minutos. A invasão determinou a aplicação de multa, por parte da Federal Paulista de Futebol, ao time de Votuporanga, pela interrupção da partida.

Quem era? Se você respondeu Della Rua, está absolutamente correto. Um frequentador da pista de skate decidiu levar o cachorro para assistir à partida e, aparentemente, ele não se contentou em ser apenas um espectador.

Finalmente, um dos gandulas da Arena conseguiu controlar Della Rua, que foi devolvido para a arquibancada. O jogo, entre o Votuporanguense e a Ferroviária de Araraquara, terminou empatado. No jogo de volta, em Araraquara, a decisão foi para os pênaltis, quando finalmente o time de Della Rua pode soltar o grito: “é campeão”.

O antigo cão de rua tornou-se o amuleto da sorte do time da cidade. Belo progresso para quem estava abandonado em uma casa vazia até poucos meses atrás, não é?

Fonte:  vidapetnews / Paulo de Amaral
Advertisement