Cãozinho idoso perde a visão, mas não a vontade de viver, graças ao seu próprio cão-guia.

- abril 11, 2019


Charlie voltou a ser o cãozinho alegre que era anteriormente

O tempo não perdoa os humanos, nem mesmo os nossos animais de estimação, por isso é comum que os nossos cães se tornem um pouco mais lentos ao longo dos anos ou enfrentem grandes limitações que os obrigam a viver a vida de uma forma completamente diferente do que eles estavam acostumados.

Foi o que aconteceu com esse lindo cãozinho, chamado Charlie, de 11 anos, que há alguns anos teve que dizer adeus a seus dois pequenos olhos, por causa de glaucoma, uma doença que afeta a visão gradualmente até causar cegueira.

No entanto, a mudança na vida de Charlie se tornou uma rotina, pouco a pouco, o inevitável estilo de vida do pequenino o deixou calmo demais, a ponto de não querer fazer nada além de se deitar no chão.

Graças a alguém muito especial, Charlie conseguiu se animar um pouco.

Logo Charlie parecia o cachorrinho alegre que era anteriormente.

Foi assim que, depois de levar para casa um cachorrinho chamado Maverick, tudo na vida de Charlie mudou para melhor. Rapidamente os dois pequeninos se tornaram melhores amigos, e a energia e o entusiasmo do filhote inspiraram o cãozinho mais velho a ser um pouco mais dinâmico.

Eles brincam como se fossem irmãos.

Antes, seus donos compravam muitos brinquedos para Charlie, mas ele raramente os usava. Agora que Maverick entrou em sua vida, os dois não conseguem parar de brincar juntos.

Fonte: euamoosanimais / Redação.
Advertisement