Naquela casa não tinha mais lugar para ele.

- abril 26, 2019


Essa triste imagem é de um cãozinho que sofre pelo abandono

Os pit bulls são, há muitos anos, considerados pela sociedade como cães agressivos e perigosos, seja por sua aparência física ou por histórias que provam isso. Mas a realidade é muito diferente, já que esta raça de cães é exatamente igual aos outros.

Com uma boa educação e bom tratamento, estes grandes cães têm a capacidade de se tornar tão fiéis e amorosos como qualquer outro animal de estimação.

Apenas olhe como é doce!

O um exemplo disso é Stormy, um pit bull de 2 anos que, apesar de tudo, nunca deixou de ser um cachorro gentil, carinhoso e brincalhão.

Stormy fazia parte de uma grande família formada por um casal com seus quatro filhos, dois cachorros, um gato e mais ele. Todos viviam em perfeita harmonia, ele era bom com as crianças, assim como ele era bom com seus irmãos e até com o gato.

Ele não poderia estar mais feliz por fazer parte desse maravilhoso núcleo.

Tudo estava perfeito até que sua dona engravidou e teve seu quinto filho. Este foi o momento em que eles decidiram que não poderiam mais tê-lo.

A melhor idéia que tiveram para se livrar dele foi levá-lo a um abrigo no Brooklyn, onde o medo e a tristeza de Stormy podiam ser sentidos a partir do momento em que ele deu o primeiro passo para entrar no estabelecimento, um lugar completamente diferente daquele em que ele vivia.

Alana Guerrini, voluntária e cuidadora do “Resgate da Décima Primeira Hora”, uma organização dedicada a encontrar lares para cães, ao saber de Stormy, correu para tirá-lo dali rapidamente.

Stormy estava no abrigo apenas por algumas horas, mas precisava sair urgentemente, pois o destino de pit bulls abandonados, na maioria das vezes, era a eutanásia.

Assim, Alana, junto com seu filho de 16 anos, foram buscar o pobres Stormy para levá-lo para sua casa, em New Jersey, com o objetivo de encontrarem uma família que pudesse cuidar dele.

Quando ela o colocou no carro, Stormy deitou-se no colo do seu filho, abanando o rabo e beijando-o, como se agradecesse por tê-lo tirado daquele lugar frio. Tanto que, quando chegou à casa, Stormy não o deixou. E como um cão fiel que sempre foi, ele se deitou exatamente onde o menino estava sentado e se aconchegou.

Alana percebeu que ele realmente era um cachorro gentil e amoroso. Ela viu como quando Stormy brincava com seu filho, ele evitava a todo custo tocá-lo com os dentes, para evitar arranhá-lo e machucá-lo. E quando alguém se sentia mal, Stormy se aproximava e se aconchegava ao lado, para confortá-lo.

Embora seja um lar temporário, Stormy se sentiu muito melhor do que no abrigo.

Eles não podiam acreditar como a família anterior poderia ter abandonado um cãozinho tão especial como Stormy, então Alana decidiu ser muito exigente ao escolher a família que quisesse adotá-lo. Um cão tão grande como este pequeno merece uma família que devolva o mesmo amor e carinho que ele tem com todos ao seu redor.

Fonte: euamooscachorros / Redação
Advertisement