Orangotango fica cega mas resiste após ser baleado 74 tiros.

- abril 29, 2019


Orangotango

Orangotango "Hope", ficou cega depois de ter sido baleada pelo menos 74 vezes com uma pistola de ar, na ilha de Sumatra, Indonésia. Os conflitos entre orangotangos e pessoas aumentaram na região devido às indústrias de óleo de palma e papel que encolheram o habitat desses animais.

De acordo com a notícia publicada no site NBC News, Hope estava com seu bebê e quase morreu após ser baleada. Por sorte, veterinários do Sumatran Orangutan Conservation Programme, estão cuidando para que ela sobreviva.

Um raio-x mostrou pelo menos 74 balas de canhão de ar em seu corpo, incluindo quatro em seu olho esquerdo e dois no direito. Apelidada de Hope, que significa "Esperança", ela acabou ficando cega e teve várias feridas abertas causadas por objetos pontiagudos.

Hope foi submetida a uma cirurgia para reparar uma clavícula quebrada e estava se recuperando. Segundo informou a notícia, ela foi avistada por aldeões em uma fazenda no distrito de Subulussalam, na província de Aceh.

O bebê de um mês que estava com ela, sofria de desnutrição crítica e acabou morrendo quando as equipes de resgate os levaram para a clínica veterinária, na província de Sumatra.

Os veterinários só conseguiram remover sete das 74 balas, pois eles tinham que priorizar a fixação da clavícula quebrada e controlar o risco de infecção.

O Programa de Conservação dos Orangotangos disse que o uso de armas de ar prontamente disponíveis para atirar e matar animais selvagens, incluindo orangotangos, é um grande problema na Indonésia. Nos últimos 10 anos, foram encontrados mais de 15 orangotangos com um total de quase 500 balas de ar comprimido em seus corpos.

No ano passado, um orangotango na parte de Bornéu, Indonésia, morreu depois de ter sido baleado pelo menos 130 vezes com uma pistola de ar. Foi o segundo assassinato conhecido de um orangotango naquele ano.

Um estudo abrangente de 2018 sobre os orangotangos de Bornéu estima que mais de 100.000 foram mortos desde 1999. Tudo por culpa das indústrias de óleo de palma e papel que reduziram seu habitat, aumentando os conflitos fatais entre as pessoas e os orangotangos.

De acordo com a União Internacional para a Conservação da Natureza, apenas 13.400 orangotangos de Sumatra permanecem em estado selvagem. A espécie está na lista deles como criticamente ameaçada de extinção.

Fonte: greenme / Eliane A Oliveira

Advertisement