Cão de apoio acompanha as aulas com o seu dono e a escola o inclui no anuário.

- 6:49 AM


Andrew “AJ” Schalk nunca imaginou que pudesse viver sua doença de maneira tão especial. O jovem sofre de diabetes tipo 1.

Próximo a ele em todos os momentos esta o seu cão Alpha, um cão de apoio de quatro anos de idade, devidamente treinado para saber quando os níveis de açúcar no sangue do seu mestre são alterados.

Alpha sempre fica com Andrew na sala de aula

Alpha salvou a vida de Andrew várias vezes. O cão sabe, 40 minutos antes, quando algo não vai bem com a saúde de seu mestre e o avisa, acertando-o com a pata.

O jovem disse que à noite, enquanto dormia, seu cachorro o acordou para anunciar que seu açúcar estava baixando. Algo que pode ser simplesmente letal.

Graças a Alpha desempenhar um papel muito importante, não só emocionalmente, mas também fisicamente, na vida deste jovem diabético, o cão o acompanha aonde quer que ele vá, incluindo, claro, a escola. O jovem é um estudante de uma escola secundária em Fredericksburg, Virginia, onde ele é bem conhecido.

Andrew não só tem bons amigos, seu cachorro Alpha também é amado na escola. Muitos alunos sentem uma verdadeira admiração por este animal de estimação, que se adaptou tão bem. Os professores e alunos concordam com o fato de que sua presença favoreceu muito a interação acadêmica.

Graças à grande popularidade de Alpha, Andrew teve uma ótima ideia. Ele propôs aos professores que incluíssem seu cachorro no anuário da escola e todos concordaram que seria uma ótima ideia. Afinal de contas, ele também fazia parte do seu curso.

No entanto, o que fez da iniciativa de Alpha um fenômeno, foi um tweet de Diana Bloom, uma garota formada pela Stafford High School.

Alfa tem até seu próprio cartão de estudante

Os alunos mais velhos recebem os anuários antes dos outros alunos, então ela foi uma das primeiras a perceber que Alpha tinha sua própria foto na edição de 2017.

Agora Alpha é um cão bem conhecido, não só pelo seu trabalho relevante e sua influência positiva sobre os alunos, mas também por ser o primeiro cão a aparecer em um anuário da escola nos Estados Unidos.

Via: historiascomvalor
Advertisement