Novo documentário de Leonardo DiCaprio mostra a luta de ativistas para salvar espécies marinhas. - Planeta dos Animais

Novo documentário de Leonardo DiCaprio mostra a luta de ativistas para salvar espécies marinhas.

- 7:22 AM


Sea of Shadows é um documentário que destaca um ecossistema cada vez mais em perigo, e a história de duas espécies marinhas gravemente ameaçadas.

Este documentário foi produzido por Leonardo DiCaprio em parceria com a National Geographic, dirigido por Richard Ladkani e premiado no Sundance Festival e no 65º Taormina Film Fest.

Leonardo DiCaprio vem cada vez nos surpreendendo mais com suas ações em prol da conservação da natureza! Este célebre ator e ativista vem constantemente investindo em documentários que nos fazem refletir e saber sobre o que está acontecendo com o nosso planeta.

Questões como os incêndios florestais, o degelo das regiões polares, a devastação da Amazônia, o aquecimento global, os prejuízos do consumo da carne e o aumento do nível dos oceanos fazem parte da luta de Leonardo DiCaprio e de sua sua fundação, a Earth Alliance, que busca iniciativas para solucionar ou reduzir os prejuízos causados ao planeta pela ação humana.

O que mostra esse documentário

A produção Sea of Shadows financiada por este ator é mais uma das iniciativas que chama a atenção para um grave problema que é a pesca ilegal e o contrabando de espécies marinhas ligado a um mercado negro entre o México e a China.

Já alguns anos atrás, esse mesmo problema foi alvo da atenção de Leonardo DiCaprio, que na época assinou um Memorando de Entendimento (MOU) graças ao qual o governo mexicano se comprometeu a proteger os preciosos ecossistemas marinhos no Golfo da Califórnia.

Agora, vem com Sea of Shadows apresentar ao público o trabalho das equipes da Earth League International – EAL lideradas por Andrea Crosta, entre outros, para desmantelar toda essa ação criminosa e proteger espécies marinhas.

O roteiro de Sea of Shadows (Mar de Sombras) entrelaça as histórias da vaquita (pequeno “boto do mar”ou “menor baleia do mundo”) e a do peixe totoaba, que têm em comum, serem vítimas da captura por mercenários. Por isso, ambas as espécies correm risco de extinção devido ao contrabando internacional.

Este é o vídeo oficial do trailer desse documentário publicado no canal da National Geographic.

Vítimas desse tráfico

A vaquita é um pequeno cetáceo que corre grave risco de extinção, do qual restam apenas alguns espécimes, por culpa dos cartéis mexicanos e da máfia chinesa.

No início deste ano, acreditava-se que apenas 10 a 15 vaquitas permaneciam no mar de Cortez, razão pela qual a União Internacional para a Conservação da Natureza-IUCN classifica a vaquita como uma espécie em “perigo crítico” de extinção, o mais alto grau. 

Outra espécie marinha vítima dessa atividade predatória e ilegal é o peixe totoaba, que é capturado porque é consumido como iguaria na culinária chinesa, pois, sua carne serve como ingrediente para fazer sopas. Outro motivo é que sua bexiga natatória, conhecida como cocaína aquática, é procurada no mercado negro, por ser erroneamente considerada um remédio milagroso contra a infertilidade e, também, é utilizada para fins cosméticos, embora nenhum benefício tenha sido comprovado.

COCAÍNA AQUÁTICA’: O REMÉDIO NATURAL CHINÊS QUE ESTÁ LEVANDO DUAS ESPÉCIES MARINHAS À EXTINÇÃO

Além disso, as redes de pesca, lançadas para capturar o totoaba, acabam matando a vaquita (conhecida, também, como toninha-do-golfo) que acaba ficando enroscada nas mesmas, e, apesar dos protestos de ambientalistas e biólogos contra isso, o problema continua ocorrendo.

O lado sombrio do mar

O Sea of Shadows destaca tudo isso, mostrando o trabalho de cientistas, ambientalistas de alta tecnologia, jornalistas investigativos, agentes secretos e a Marinha do México, envolvidos na missão de salvar estas espécies marinhas, mesmo que arriscando suas vidas, para fazer valer a lei e a justiça nos oceanos em prol da defesa e na proteção dos animais marinhos.

Via: greenme
Advertisement